Juliana de Paula lança primeiro single de novo CD

O-Senhor-Virá-2-600x450Cores vibrantes, um ritmo envolvente e uma sonoridade bem brazuca, num samba-rock contagiante. Junte-se a essa receita um anúncio esperado por milênios: a volta definitiva de Jesus. Esse é o clima do clipe “O Senhor virá”, nova música da cantora Juliana de Paula.

Gravado no Rio de Janeiro, o clipe apresenta o primeiro single do novo trabalho da cantora, o CD “O Alvo”. Gravado no Rio de Janeiro, o vídeo foi lançado no último dia 17 de janeiro no canal oficial da cantora no Youtube: julianadepaulaoficial.

Segundo Juliana, a escolha da Cidade Maravilhosa para a gravação do clipe foi quase que uma imposição feita pela própria música. “Não tinha como ser em outro lugar. Quando pensamos em gravar esse clipe, o que veio imediatamente na cabeça de todos nós foi o Rio de Janeiro. Marcada por essa batida de samba-rock, a música ficou a cara do Rio, não tinha como gravar em outro lugar”, afirma a cantora.

Um dos destaques do vídeo é a dinâmica de mudança de cenários, fazendo a cantora ser transportada por várias partes da cidade, enquanto interpreta a canção. Para isso, durante dois dias a equipe se desdobrou para gravar em diversas locações, como o Saara, Copacabana, Arpoador, Santuário da Penha, entre outros. “Deu um pouco de trabalho para mapear a cidade, programar o que ia ser feito em cada locação e sincronizar as mudanças de cenário. Mas graças a Deus, deu tudo certo e valeu muito a pena. A ideia era gravar a Juliana em meio ao dia a dia da cidade justamente para mostrar que quando o Senhor vier as pessoas estarão em suas rotinas: comprando, vendendo, resolvendo problemas, pagando contas etc.”, explica Bruno Espíndola, diretor do clipe.

Com arranjos de Bruno Alvarenga, a canção proclama a iminência da vinda definitiva de Jesus Cristo. Para o autor, Alexandre Santos, a música leva as pessoas a ficarem atentas, vigilantes, para estarem preparadas quando esse dia chegar. “A segunda vinda de Jesus será motivo de alegria para uns e provocará medo em alguns. A letra leva a pensar que o grande dia está próximo, que há sinais visíveis. É preciso estar atento, cultivando a intimidade com o Senhor, em compasso de espera junto com toda a Igreja, para que possamos dizer como diz o refrão: ‘o meu coração contempla os sinais, espera feliz, exulta de alegria’”, atesta o compositor.